domingo, 20 de fevereiro de 2011

PARECIDOS COM JESUS


Os discípulos de Jesus foram chamados pela primeira vez “cristãos” em Antioquia (At 11.26). E numa tradução simples do original, o termo “cristão” significa “parecido com Cristo”, “seguidor de Cristo” ou, ainda, “como Cristo”. Poderíamos dizer que as pessoas viam algo neles que lembravam claramente Jesus. Essa aparência com Jesus com certeza não era na aparência física, mas no estilo de vida e na postura assumida por cada um deles.
Cada um de nós tem uma personalidade, aquilo que poderíamos chamar de nossa identidade, aquilo que nos diferencia uns dos outros. Mas, nem por isso devemos justificar nossos maus hábitos e costumes, ou nossa maneira de ser desagradável com a nossa individualidade temperamental. Mesmo as personalidades mais singulares devem evidenciar uma certa semelhança comum – a identificação com Jesus Cristo, nosso Senhor e Salvador.
Jesus Cristo é perfeito em todos os sentidos. Até mesmo em sua personalidade humana, Ele perfeito em tudo o que faz, em todas as suas ações e reações, independente das limitações naturais de um homem que, mesmo sendo Deus, Ele compartilhou, porém sem pecado. Seu “temperamento” contém todas as qualidades possíveis, e nenhum defeito.
Geralmente usamos do temperamento para justificar algumas de nossas ações (geralmente as más). Contudo, devemos nos atentar para o exemplo de Jesus em tudo, e cada vez sermos moldados segundo Sua imagem. Não podemos ser tudo o que Jesus foi devido a imperfeição inerente em nós, mas tudo que somos pode ser moldado por Jesus para nos tornarmos semelhante a Ele.
Que esta seja nossa preocupação e nosso maior desejo, em todas as circunstâncias em que nos encontrarmos. Que as pessoas nos identifiquem e nos chamem de cristãos, não porque carregamos este título ou andamos com a Bíblia debaixo do braço aos domingos, mas porque não haverá outra palavra melhor para expressar nossa semelhança com nosso Senhor.
Vamos todos juntos, rumo ao alvo: Até que todos cheguemos a unidade da fé, e do pleno conhecimento do filho de Deus, a ser homens perfeitos, na medida da estatura da plenitude de Cristo! (Ef 4.13). Que Ele o (a) abençoe.

MORTIFICATION - EnVision Evangelene


Mortification é uma banda que eu gosto. Alguns podem estranhar seu metal extremo e o vocal gutural de Steve Rowe, mas o conteúdo de suas letras são explicitamente evangélicas. 

Para quem não sabe, o vocalista e baixista Steve Rowe sofreu de leucemia e esteve próximo da morte várias vezes, mas conseguiu vencer a doença. Isso tudo aconteceu apesar de os médicos lhe darem apenas algumas horas de vida e de um transplante de medula aparentemente fracassado, mas Deus o curou milagrosamente.

Steve Rowe

Abaixo o clip da música EnVision Evangelene, um clássico do Metal Cristão.

video

sexta-feira, 18 de fevereiro de 2011

Whitecross - In The Kingdon

Uma banda que eu curto muito é a Whitecross, pena que acabou. O Whitecross fez muito sucesso com um Hard Rock e White Metal de primeira categoria nos anos 80 e 90 e deixou muitos órfãos (como eu, por exemplo).
Confira o clip da lindíssima balada "In The Kingdon", de 1992.
video

SERMÃO EM JN 3.1-4 (PARTE 3) - EXPERIMENTANDO O RENOVO DE DEUS


3.    O RENOVO DE DEUS NOS CONDUZ À OBEDIÊNCIA (VV.3,4)
1.1      Deus nos renova por completo; Ele muda nossas prioridades, muda o nosso coração, muda a nossa mente. Nossos alvos de vida passam a ser os alvos de Deus; nossos planos pessoais passam a ser medidos pelo crivo de Deus; nosso caminho passa a ser traçado segundo a Sua direção; tudo na vida passa a ser visto, idealizado e realizado mediante a condução dEle.
1.2      Os desafios da obediência de Jonas eram grandes: 1) Como judeu ele deveria ir à uma cidade hostil aos de sua etnia; 2) Jonas deveria pregar por toda extensão da cidade, que se o fizesse andando sem parar, demoraria 3 dias; 3) Jonas foi chamado para pregar uma mensagem vinda do próprio Deus. A ordem divina era essa: prega “a mensagem que eu te digo”. Jonas não teve a liberdade de ensinar outra teologia ou emitir opiniões próprias. Aliás, a respeito disso, o filósofo romano Sêneca disse que “obedecer a Deus constitui a perfeita liberdade”.
1.3      Os desafios de Jonas são os mesmos para nós que recebemos o renovo de Deus para nossa vida hoje: 1) Não podemos escolher para quem vamos testemunhar; 2) Não podemos nos ater às dificuldades que envolvem o cumprimento da missão que nos foi dada por Deus; 3) Assim como Jonas nós também não temos o direito de pregar outra mensagem que não seja a Palavra de Deus. Não podemos inovar, abrandar ou ir além dela, mas somente as Escrituras.
1.4      O conteúdo da mensagem de Jonas à civilização assíria era a respeito do eminente juízo divino. Não era uma pregação eloqüente, acompanhada de inovações ou de sinais e prodígios; era apenas um pregador de rua com uma mensagem da parte de Deus: “Ainda quarenta dias e Nínive será subvertida”. Essa era toda a mensagem. Precisamos ter coragem de dizer a simples e pura verdade do Evangelho; temos que avisar às pessoas que Deus é poderoso e justo Juiz. Ele subverteu reis e nações diante do mundo para que todos saibam que Ele é o único e temível Deus. Ele subjugou cidades e impérios como Sodoma e Gomorra, Egito, Babilônia, Pérsia, Roma e tantas outras. Deus é amor, mas também é justiça e fogo consumidor, que não inocenta o culpado.
1.5      Não tenha medo de obedecer; não tenha medo de dizer a verdade de Deus. O escritor Oswald Chambers disse: “O melhor critério para entender as coisas espirituais, não são os seus êxtases, mas sua obediência”. Hoje, Jesus é o nosso Advogado e intercede por nós no céu; mas, na Consumação, Jesus virá como Juiz para julgar o mundo. Conte essa verdade aos seus amigos, vizinhos e parentes – coragem!
CONCLUSÃO
Ø O Senhor é o Deus da 2ª chance; o Deus que restaura e renova nossa vida. Como você está? Como você entrou aqui hoje? Assim como Jonas, quem sabe você também não necessite de uma 2ª chance? Quem sabe você também não necessite de um renovo?
Clame a Deus! Jonas recebeu o renovo divino porque clamou a Deus estando próximo da morte no ventre daquele grande peixe. Até onde você precisará ir para ter consciência da necessidade deste renovo? Deus quer que a sua atitude hoje, seja a mesma de Jonas ontem: Clame! Que Deus nos abençoe. Amém!

SERMÃO EM JN 3.1-4 (PARTE 2) - EXPERIMENTANDO O RENOVO DE DEUS


2.   O RENOVO DE DEUS NOS OUTORGA GRANDES RESPONSABILIDADES PESSOAIS (V.2)
1.1     O texto diz que novamente Deus chamou “a Jonas” para levar a mensagem a Nínive, e Ele mesmo o capacitaria para aquela obra. O profeta, agora arrependido do seu mau caminho de rebeldia, recebe novamente a responsabilidade de ser o mensageiro de Deus para aquela nação pagã e carente da graça divina. Aquela comissão era de responsabilidade única e exclusiva de Jonas e não outro, por isso Deus não desistiu dele.
1.2     Deus não faz nada sem propósitos! Deus não falha em Seus desígnios! Ele não é pego de surpresa em momento algum! Ele não tem um “plano b”. Ele é soberano e Senhor absoluto de tudo e de todos! Tudo o que Deus realiza é bom e perfeito!
1.3     Ele não desistiu de Jonas, como não desistiu de Pedro quando este negou a Jesus; não desistiu de João Marcos, quando abandonou a Paulo e Barnabé; Ele não desistiu de Davi, quando este adulterou e tramou um homicídio de um homem honrado; Ele não desistiu de mim e não desistiu de você! No entanto, Ele quer nos tornar participantes do Seu Reino de forma mais efetiva; ele quer nos dar responsabilidades, nos tornar produtivos para Suas glória.
1.4     Cada um de nós é apto para a tarefa que nos foi incumbida. O teólogo inglês Robert H. Benson dizia que Deus pede somente que você faça o melhor que pode. Todos nós fomos chamados para uma missão exclusiva e não podemos repassá-la ao nosso pai, mãe, professor, Igreja, pastor ou empregado. Watchman Nee, antigo e sábio teólogo chinês, disse: Nenhuma oportunidade divinamente enviada deve ser perdida.
1.5     Deus espera que cumpramos cabalmente aquilo que nos confiou. Não fuja da responsabilidade! Não abra mão daquilo que é seu, que lhe foi dado como dádiva divina. Deus compartilhou com Jonas e com os habitantes de Nínive, parte de Sua essência de amor e misericórdia. Receba o renovo de Deus e abrace as responsabilidades que Ele colocar sobre a sua vida hoje mesmo!

SERMÃO EM JN 3.1-4 (PARTE 1) - EXPERIMENTANDO O RENOVO DE DEUS



INTRODUÇÃO
Ø O que você faria se estivesse às portas de uma morte certa, angustiante e dolorosa, numa situação onde absolutamente ninguém pudesse te ajudar? E como estaria a sua cabeça neste momento, sabendo que toda aquela circunstância só estava sendo ardidamente vivenciada por causa de suas próprias escolhas equivocadas, provindas de um coração duro e rebelde? 
Ø Essa era a situação em que o profeta Jonas se encontrava antes dos acontecimentos que acabamos de ler neste texto. Jonas foi comissionado por Deus para levar a mensagem da salvação ao povo de Nínive, capital da Assíria, uma cidade conhecida por sua impiedade e crueldade. O profeta Naum a definiu como cidade sanguinária, toda cheia de mentiras e de roubo” (Na 3.1).
Ø Sabendo disso, Jonas decide fugir para Társis, o caminho oposto de onde Deus o havia mandado ir. Por causa de sua rebeldia, ele sofreu duras conseqüências, vindo a ser atirado para fora de um barco para o mar aberto e ser engolido inteiro por um grande peixe, que não sabemos de qual espécie. Sentindo o terror da morte se aproximando e consciente de que aquilo era fruto da sua rebeldia contra Deus, Jonas ora clamando por misericórdia, o que é atendido, recebendo um renovo de Deus.
EXPERIMENTANDO O RENOVO DE DEUS
1.    O RENOVO DE DEUS NOS PROPORCIONA UMA 2ª CHANCE PARA FAZERMOS O QUE É CERTO DIANTE DELE (V.1)
1.1      Em atitude de rebeldia o profeta Jonas tentou fugir de Deus. Ele havia recebido uma ordem, uma missão divina, no entanto, deixou seu coração azedar, focando a impiedade dos ninivitas ao invés da misericórdia divina. Jonas ignora a missão que lhe fora confiada. Mas Deus não desistiu de Jonas, e no intuito de restaurá-lo, Ele move céus e terra para trazê-lo de volta, lhe dando uma 2ª chance para fazer a coisa certa.
1.2      Quantas e quantas vezes, assim como Jonas, nós também não nos desviamos dos propósitos de Deus para nossa vida? Quantas e quantas vezes não somos surpreendidos por situações desconfortáveis que foram causadas por nós mesmos? Nosso coração demasiadamente corrupto nos leva caminhos opostos àqueles que o Senhor marca para nós. Insistimos no erro até nos encontrarmos à beira do mais completo caos e, quem sabe, até mesmo da morte!
1.3      O teólogo A. W. Tozer disse: Os homens têm liberdade para tomar decisões em suas escolhas morais, mas também têm necessidade de prestar contas a Deus por essas escolhas. Tudo que decidimos fazer suscitará uma conseqüência que deverá ser encarada indubitavelmente. Se Deus te deu uma missão, cumpra! Saiba que o desvio do foco trará consigo as conseqüências, e elas, não poucas vezes, podem ser dolorosas.
1.4      No entanto, Deus está disposto a nos dar mais uma chance. O Senhor é o Deus da 2ª chance; do recomeço; da restauração; da misericórdia e da graça. A despeito do nosso passado de rebeldias e desvios, Ele pode e quer nos usar novamente. Ele está com Suas mãos estendidas para nos abençoar. Ele quer dar uma nova chance a você! Ele quer trazer um abençoado renovo sobre você!

A Queda da Resistência


Não. Não se trata de um defeito no chuveiro elétrico. Foi a minha resistência que ruiu; a resistência em criar um blog. Me rendi à tendência e estou tentando dar os primeiros passos com essa importante ferramenta. No entanto, preciso esclarecer algumas coisas:


1. O nome - Meu blog tem por título "Pensamento Quase Livre". Bem, a explicação é que meu pensamento não é totalmente livre. Sou um cristão reformado conservador e, como tal, creio nas Escrituras do Antigo e Novo Testamento como Palavra de Deus, infalível e inerrante, e ela diz: “Porque as armas da nossa milícia não são carnais, e sim poderosas em Deus, para destruir fortalezas, anulando nós sofismas e toda altivez que se levante contra o conhecimento de Deus, e levando cativo todo pensamento à obediência de Cristo” (2Co 10.4,5). Martinho Lutero disse certa vez: "Minha mente é cativa da Palavra de Deus". Logo, meu pensamento é quase livre.


2. Objetivos - Esse blog deverá trazer informações, reflexões bíblicas e teológicas, pastorais (minhas e de outros) e vídeos, além de material humorístico, musical, esportivo (especialmente futebol) e outras coisas.

Que o bom Deus abençoe você que, porventura passar por aqui e receber algo que acrescente graça em sua vida.


Abraços.


Rev. Rodrigo
Verão (e que verão!)  2011
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...