quarta-feira, 30 de maio de 2012

Mulher pede indenização na Justiça por ter casado com homem de pênis pequeno



Antes de ler este post, entenda: Isto não é uma piada. Tá, é engraçado, mas a coisa é séria.

Karla Dias Baptista, 26 anos, advogada e residente no município de Porto Grande no Amapá decidiu processar seu ex-marido por uma questão até então inusitada na jurisprudência nacional. Ela processa Antonio Chagas Dolores, comerciante de 53 anos, por insignificância peniana. (Huashuashuas!!! desculpem, não resisti).

Embora seja inédito no Brasil os processos por insignificância peniana são bastante frequentes nos Estados Unidos e Canadá. Esta moléstia é caracterizada por pênis que em estado de ereção não atingem oito centímetros. A literatura médica afirma que esta reduzida envergadura inibe drasticamente a libido feminina interferindo de forma impactante na construção do desejo sexual.

O casal viveu por dois anos uma relação de namoro e noivado e durante este tempo não desenvolveu relacionamento sexual de nenhuma espécie em função da convicção religiosa de Antonio Chagas. Karla hoje o acusa de ter usado a motivação religiosa para esconder seu problema crônico. Em depoimento a imprensa a denunciante disse que “se eu tivesse visto antes o tamanho do ‘problema’ eu jamais teria me casado com um impotente”.

A legislação brasileira considera erro essencial sobre a pessoa do outro cônjuge quando existe a ignorância, anterior ao casamento, de defeito físico irremediável, ou de moléstia grave”. E justamente partindo desta premissa que a advogada pleiteia agora a anulação do casamento e uma indenização de R$ 200 mil pelos dois anos de namoro e 11 meses de casamento.

Antonio, que agora é conhecido na região como Toninho Anaconda (Hahahahahahahahahahah!!!!!!!), afirma que a repercussão do caso gerou graves prejuízos para sua honra e também quer reparação na justiça por ter tido sua intimidade revelada publicamente. O fato é que se o gato não come o bife. Ou o gato não é gato. Ou o bife não é bife.

Fonte: Revista Nova, p. 33 e 34, abril 2012, via Bobagento.
__________________________________________

Se a moda pega heim... Nos EUA e Canadá este tipo de processo é comum. Coitado dos caras que tem a sua intimidade exposta desta maneira. Agora, me desculpe o Sr. Antonio Chagas, mas "Toninho Anaconda", é de rachar de rir.

terça-feira, 29 de maio de 2012

Vaticano divulga regras para definir visões e revelações com santos católicos



São muitos os casos de pessoas que relatam terem visão ou revelação com Maria ou outros santos católicos, mas agora, o padre que receber um devoto oferecendo tais informações precisará fazer uma série de investigações antes de poder divulgar o caso.

O Vaticano publicou essa semana as Regras oficiais de definição de visões e revelações íntimas, nesse documento há critérios que devem ser apurados pelos padres e bispos sempre que tiverem um caso novo em mãos.

Ao receber o fiel que teve a visão, o pároco precisará analisar se o indivíduo é honesto, psicologicamente estável, leal à Igreja e se não possui interesses. Além disso, uma comissão de peritos composta por canonistas, teólogos, médicos e psicólogos devem determinar a salubridade mental dos visionários.

Essa regras foram aprovadas pelo Papa Paulo VI em 1978 sem ter o texto publicado, até que o Vaticano resolver traduzi-lo e transmiti-lo para diversos lugares do mundo. As condições foram redigidas exatamente pela quantidade de casos de aparição de santos que são relatadas em todo o mundo.

Fonte: Gospel prime, com informações Voz da Rússia e Paulopes

Pastor presbiteriano afirma que o casamento não é eterno



O Rev. Luiz Longuini, 54 anos, é líder da Igreja Presbiteriana do Rio Comprido e famoso por realizar o casamento de celebridades brasileiras como Juliana Paes e Débora Secco, mas o que poucos sabem é que ele está no quarto casamento e que não acredita que as uniões sejam eternas.

Em entrevista ao jornal O Dia, o líder religioso comenta que para os protestantes o casamento tem o significado diferente do pregado pela Igreja Católica. “Para católicos, o casamento é um sacramento. Para nós, não: é união que recebe a bênção de Deus, mas aceitamos o divórcio”, explica ele.

Mesmo sem pregar que o casamento é eterno, Longuini já ministrou cerca de 1.200 casamentos entre casais famosos e anônimos. “Não creio que o casamento seja eterno como instituição. Eterno é o amor”, diz ele que acredita que as relações são passíveis de erros e acertos, assim como o casamento.

O reverendo presbiteriano é requisitado por ter um estilo diferente de ministrar a cerimônia, misturando teologia com citações de poemas, música, filmes e teatro. Outra diferença de seu discurso é que ele não fala de religião, mas de espiritualidade.

“No casamento de Juliana Paes, usei um conto de José Saramago sobre uma aldeia de sua infância em que toda a vida era permeada pelo badalar de sinos. Ouvir o sino interior é a grande lição da vida. Juliana e Eduardo ouviram o sino quando se conheceram”.

Longuini já passou por muitas experiências interessantes durante essas celebrações e por isso se prepara para lançar um livro falando sobre elas, mas usando nomes fictícios para não expor os casais

Leia toda a polêmica entrevista de Longuini clicando aqui.

Fonte: Gospel Prime e O Dia.
_________________________________

O Rev. Luiz Longuini é um intelectual; um homem muito inteligente e capaz. Mas parece que as muitas letras o tem feito delirar. Em sua entrevista, Longuini deixa claro sua postura ecumênica e pós-moderna em se tratando de religiosidade. Ele afirma ter feito um casamento em Salvador/BA, com a participação de baianas que abençoavam o casal e os 'padrinhos' ao som de atabaques. Um pastor evangélico celebrando um casamento em conjunto com rituais típicos dos cultos afro-brasileiros. Como pode isso?

Longuini afirma ser pastor presbiteriano (Igreja Presbiteriana do Brasil), mas suas afirmações e posturas fogem daquilo que a denominação afirma e crê. Ele diz não crer na indissolução do casamento, afirmando que eterno é o amor. Como assim? Parece que Longuini quer fundamentar e justificar seus 4 casamentos. A IPB é uma Igreja cristã evangélica, de linha reformada, que crê na indissolução do casamento, ainda que o mesmo não seja tratado como um sacramento.

O divórcio é tolerado e não aceito, como diz o pastor Longuini. Tolerado porque as leis o permitem, não aceito porque ele é causado pela dureza de coração do homem. A tolerância ao divórcio e sua permissão se dá, segundo os preceitos bíblicos, quando ocorre adultério (Mateus 19.3-9), e, mesmo assim, Jesus afirma que esse não é o ideal de Deus.

A postura ecumênica e secularizada do Rev. Longuini é de se lamentar. Que o Senhor o ilumine e o faça retornar aos princípios, talvez àqueles em que ele era um pequeno "caipira" do interior paulista.

quinta-feira, 24 de maio de 2012

11 fardos de um pastor que leva o Evangelho a sério



Nunca fui de me queixar ou me fazer de vítima. O post que ora escrevo tem o objetivo de dar voz a minha realidade e de tantos outros amigos que são companheiros de luta há anos na causa da fé e são pessoas íntegras, inteligentes e acima de tudo apaixonadas.

Algumas experiências aqui são pessoais, outras ouvi. Para quem pensar que estou em lua de fel com o povo que lidero, digo o seguinte: você não entendeu nada.

Vamos aos fardos…

1. Ter de explicar a toda hora que sua igreja não é a mesma que a do Edir Macedo, do Valdemiro Santiago e assemelhados.

2. Ter de suportar a cara de desconfiança da atendente da loja quando pergunta a sua profissão e você responde: “pastor”. A gente tem a impressão que alguém escreveu na nossa testa sem a nossa permissão: “vigarista”.

3. Ser o bode expiatório dos problemas que as pessoas estão passando. Problemas que se arrastam muito tempo acabam sendo debitados na conta do pastor. A mulher foi traída pelo marido e depois de pensar um pouco chega a conclusão que a culpa do “angu” é do pastor e decidem os dois sair da igreja. O pastor era muito fraquinho!

4. Expectativas de que os filhos do pastor, não vivam sua infância e adolescência e sejam seres super dotados espiritualmente que oram, pregam e dão conselhos como um obreiro veterano.

5. Desejo que o casal pastoral sejam ambos, bem humorados, sorridentes, extrovertidos e que causem boa impressão a primeira vista.

6. Expectativa de que o pastor reúna em si todos os dons relatados na Bíblia. Que seja teólogo como foi Paulo, excelente pregador como foi Apolo, bom ouvinte como foi Barnabé e competente dirigente de música como foi Asafe, e de vez em quando como Jesus, entreter as crianças na Escola Bíblica Dominical.

7. Ter de ouvir brincadeiras tipo: “Cansado do que, se pastor só trabalha domingo?”. Infelizmente as pessoas não veem que a maior parte do trabalho do pastor não é feita diante dos olhos dos membros da igreja. Aconselhamento nos lares, visita a doentes, discipulado um a um, preparo para estudo e pregação, planejamento de eventos são todas atividades que passam despercebidas dos olhares do membro comum da igreja.

8. Não ter a chance de estar em um dia ruim, chorar, se sentir ferido ou abandonado. Eu conheço uma nuvem de pastores que tomam omeprazol direto porque ninguém lhes dá o direito (nem eles mesmos) de expressarem o que estão sentindo. Um dia um amigo foi se abrir com um diácono da igreja e o diácono chamou sua atenção: “Que é isso pastor, o senhor não pode se sentir assim!"

9. A crença injusta e precipitada de que se há qualquer rumor sobre a vida pessoal do pastor deve ser verdade. O famoso bate e depois pergunta. Havia um boato em uma certa igreja, uma conversa de que o pastor andava com outra mulher, mas o que ninguém sabia ou deu-se conta é que era a mesma mulher, só que ela havia pintado o cabelo de loiro.

10. Não aceitar que o pastor tire férias, afinal Deus não descansa, então o pastor não deveria descansar já que ele tem ligação direta com o “homem lá de cima”. Além disso como um pastor pode descansar sabendo que milhares estão indo para o inferno…

11. O pensamento de algumas pessoas de que o lider espiritual, não tem sentimentos, nem expectativas de retorno nos relacionamentos. Muitas são as vezes em que o pastor não é visto como amigo pois habita o panteão das idealizações das pessoas o que certamente torna a vida dele um pouco mais difícil. As pessoas se sentem a vontade para agirem como em nenhum outro relacionamento: descompromissadas em palavras e ações. Bate que o pastor aguenta!

Sim há um outro lado que talvez você nunca pensou. Seu pastor também é gente.

Recebi por email da minha amiga Lalá Emerick, mas o autor é o Fabiano Bohi Goulart, em seu blog. Os grifos são meus.

quarta-feira, 23 de maio de 2012

Ricardo Gondim em mais uma polêmica - salvação fora de Cristo


Mais uma vez o Pr. Ricardo Gondim, da Igreja Assembleia de Deus Betesda, de São Paulo/SP, deu demonstrações de seu afastamento da genuína fé cristã. Digo isto com muito pesar, porque sempre fui um admirador dos escritos de Gondim.

Além das polêmicas da teologia relacional e de suas ideias a respeito das relações homossexuais, Gondim, agora ladeado pelo teólogo católico Jung Mo Sung, um coreano radicado no Brasil e professor da Universidade Metodista de São Paulo, afirmam que, a salvação não é exclusividade do Cristianismo.

Não precisamos fazer nenhum artigo científico ou elaborar uma tese a respeito do assunto. A Bíblia é clara ao afirmar que Jesus Cristo é o único caminho que leva o homem à Deus (Jo 14.6), que não há outro nome, senão o de Jesus Cristo, pelo qual importa que sejamos salvos (At 4.12) e que é mediante a sincera confissão de Jesus cristo como nosso Senhor e Salvador que somos salvos (Rm 10.8,9).

Veja as declarações de Gondim e de Jung Mo Sung:


E depois ele ainda se diz magoado com as críticas que recebe. 

Pastor é acusado de defender extinção de gays por afirmar que eles não se reproduzem



Uma associação americana que luta contra o ódio resolveu lançar uma campanha contra o pastor Charles Worley da Igreja Batista de Maiden, na Carolina do Norte, pois durante um culto de domingo exemplificou que os homossexuais não podem se reproduzir e foi acusado de pedir a extinção do grupo.

“Construam um grande cercado (…), ponham todas as lésbicas dentro, voem acima delas e atirem-lhes comida. Façam o mesmo com os homossexuais e garantam que a cerca seja elétrica, para que não possam sair… e em alguns anos morrerão (…) não podem se reproduzir”, disse o pastor.

O vídeo com essa pregação foi postado no Youtube e já recebeu mais de 305 mil acessos causando grande revolta nos defensores dos direitos humanos e das causas homoafetivas. Para protestar contra esses dizeres a campanha sugere uma manifestação na porta da igreja no próximo domingo.

“Temos que encher a rua, em frente à igreja, com pessoas de bom senso, para dizer ao mundo que o ódio não é bem vindo em nossa comunidade”, diz o anúncio dos “Cidadãos do Vale de Atawba contra o ódio” em sua página do Facebook.

Mesmo ciente da manifestação que terá em frente de sua igreja, Worley não se pronunciou nem reagiu contra o grupo de manifestantes, mas acabou fazendo duras críticas ao presidente Barack Obama, que durante a campanha de reeleição, afirmou ser a favor do casamento gay e também da liberação do aborto.

Diante disso o pastor disse que não votaria “em um assassino de crianças e um amante de homossexuais”

Para os que entendem inglês, o vídeo pode ser visto aqui.

Fonte: Gospel Prime, com informações UOL
____________________________________

Não sou favoravel à prática homossexual. acredito piamente que Deus fez homem e mulher, tal como relatado nas Escrituras e, que Ele condena a prática da homossexualidade, tendo-a como pecado (Rm 1.18-27 ). Porém, também creio que Deus espera que a Igreja seja amorosa na pregação do Evangelho - firme, mas amorosa. A verdade deve ser ensinada, mas não podemos deixar de lembrar que estamos lidando com pessoas.

O Rev. Charles Worley foi realmente muito infeliz em suas colocações. O que ele sugere é a construção de um campo de concentração, com a finalidade de exterminar os homossexuais. Pregações carregadas de ressentimentos e ódio não proporcionam a transformação dos pecadores, pelo contrário, elas hão de afastá-los cada vez mais.

Concordo que a Igreja não pode se acomodar ao mundo e perder a sua voz profética, contudo, é preciso buscar a sabedoria do alto para lidar com assuntos polêmicos como esses, pregando o Evangelho de Jesus Cristo de maneira clara e tal como ele mesmo se apresenta.

Caldo com pagode... Na igreja


Vi no Web Evangelista.

segunda-feira, 21 de maio de 2012

Falsa profetiza é desmascarada durante culto



A pastora Dayna Muldoon define-se como “evangelista e cantora”, mas costumeiramente conduz cultos caracterizados por profecias e milagres. A breve biografia que postou em uma rede social traz o seguinte relato “Uma noite, aos quinze anos de idade, ela estava orando em seu quarto e derramou seu coração, pedindo que Deus desse direção à sua vida. Foi nesse momento que ela teve uma visitação do Senhor que lhe deu um chamado”.

Esta semana, foi postado um vídeo no Youtube que tem chamado a atenção de centenas de pessoas. Em um dos cultos que ela conduzia numa “tenda de avivamento” em frente à igreja Calvary Chapel em Saint Pestersburg, Florida. O pastor Scott Rodriguez, que estava presente no local, pediu para falar e, julgando ser um testemunho, a pastora Dayna permitiu.

Surpreendentemente, ele pediu que as pessoas orassem pela pastora, pois a mensagem que ela estava trazendo não era o evangelho. “A mensagem de Deus não é milagres, mas compartilhar o sangue de Jesus Cristo que limpa pecadores humilhados. E quando milagres são enfatizados, Jesus é negado!”, disse Scott. Imediatamente alguns dos presentes começaram a protestar e ele foi cercado por algumas mulheres que se sentiram ofendidas. A pastora Dayana, visivelmente constrangida, pediu que o pastor Scott saísse da tenda para evitar uma confusão.

Mais tarde, ele postou em seu blog a sua versão dos fatos. “A senhora Muldoon montou uma tenda para sua cruzada de sete dias do outro lado da rua, exatamente em frente à nossa igreja. Ela ficará lá até o próximo domingo (20/5)… Algumas pessoas que estavam presentes nos primeiros cultos que ela ministrou pediram minha opinião sobre o teor de suas mensagens… No sábado passado, decidi falar com ela e seu empresário (Dennis) depois do culto… Eles sentiram que as pessoas de nossa igreja que estavam presentes os estavam criticando…

Eu perguntei o que eles estavam pregando para ter uma ideia melhor sobre o seu ministério, e explique nossa igreja prega apenas o Evangelho e os membros iriam estranhar se ouvissem algo diferente… Ela alegou estar pregando a mesma mensagem que eu descrevi: Cristo veio em carne para morrer numa cruz pelos pecados do homem, foi sepultado e ressuscitou 3 dias depois, e Deus Pai deseja que as pessoas abandonem o pecado e coloquem  sua fé na obra consumada do Seu Filho na cruz, para serem salvos e que não há outro caminho para a salvação. Ela concordou que esta era a sua mensagem básica, mas que também acreditava em milagres…  Voltei na noite seguinte… Durante cerca de uma hora ouvi o que  classifico como pregação pentecostal normal, nada de muito chocante.

No entanto, após a sua mensagem ela começou com atitudes fraudulentas, de “ministrar no Espírito Santo”. Ela começou a impor as mãos sobre as pessoas que respondiam girando, gritando, temendo o corpo, agitando os braços, batendo nas cadeiras, atirando-se (não caindo) no chão. Ela profetizou para 3 mulheres, dizendo que elas estavam sentadas onde o Pai, Filho e Espírito Santo também estavam e que iriam se casar em junho. Embora agisse como se não soubesse nada sobre suas vidas pessoais, eu reconheci uma, que era a advogada do ministério… e as outras duas também eram conhecidas da pastora.

Ela disse que os anjos estavam lá e que poderia haver vozes de anjos cantando a sua música, porque eles a seguiram por toda parte… Finalmente, achei que tinha acabado, mas ela veio até onde eu estava, sentado na primeira fila, e começou a entregar uma “profecia”…. Eu me levantei (mas provavelmente deveria ter apenas saído)… Ela começou a dizer que eu estava lá porque Deus tinha… algo para me entregar através dela.
Então ela continuou falando muitas coisas… Mas eu sabia que era mentira…  Naquele momento senti que precisava deixar claro que não concordava com a  mensagem nem com o ministério dela, e foi isso que tentei fazer.

Infelizmente eu acho que parece no vídeo que sou um cara que entrou na fila para receber oração e, em seguida, aproveitou a oportunidade para dizer tudo aquilo… Não é verdade… Peço perdão ao Senhor e aos meus irmãos se pareceu que eu estava querendo me exibir ou que tentei substituir o Espírito Santo… Saibam que eu não sou o homem corajoso que alguns pensam que eu sou. Sou um homem falho, que teme a opinião dos outros como todo mundo, mas todos nós precisamos desesperadamente da Cruz. Principalmente eu”.






Fonte: Gospel Prime
_________________________________

Ainda existem homens de coragem e que, inconformados com tantas bizarrices feitas em nome de Deus, não conseguem se conter e denunciam a pilantragem "gospel".

sexta-feira, 18 de maio de 2012

igreja inclusiva cria campanha afirmando que os homossexuais são criação de Deus



A igreja Comunidade Cidade Refúgio, fundada por Lanna Holder e Rosania Rocha, está promoveu na última quinta-feira (17/05) uma campanha contra a discriminação de casais homossexuais por grupos religiosos.

Inaugurada há um ano, a igreja inclusiva pretende mostrar que tanto os homossexuais como os heterossexuais são criação de Deus. O cartaz da campanha mostra exatamente isso, um casal de homens, um de mulheres (no caso uma foto das pastoras da Cidade Refugio) e um casal formado por homem e mulher. Em cada uma das fotos há a inscrição “Criação de Deus”.

Lanna Holder pretende distribuir esse material pela internet e também durante a Parada Gay da cidade de São Paulo que acontece no dia 10 de junho, com o objetivo de diminuir as diferenças entre os grupos religiosos e os homossexuais.

As igrejas inclusivas estão crescendo no Brasil e ao mesmo tempo geram polêmica com os grupos mais tradicionais que não aceitam a homossexualidade.

Enquanto isso, em Brasília, ativistas do movimento LGBT tentam aprovar o Projeto de Lei 122 que criminaliza a homofobia e toda opinião contrária ao homossexualismo. O texto gera repúdio de parlamentares religiosos que tentam barrar sua aprovação.

Fonte: Gospel Prime, com informações IG
___________________________________________


De fato, a pessoa do homossexual é criação de Deus, mas a prática pecaminosa da homossexualidade nunca foi e nunca será algo criado por um Deus que é Santo.

terça-feira, 15 de maio de 2012

Pastora afirma ter ido 15 vezes ao inferno e 7 vezes ao céu



Pastora em Brasília (DF), Yonara Santo diz ter visitado o inferno 15 vezes e passou 7 vezes pelo céu. Nem o apóstolo Paulo teve tantos carimbos no passaporte transcedental. #chatiado

Do céu ela fala pouco, mas o inferno é descrito com riqueza de detalhes. Tem a ala dos apresentadores de TV (te cuida, Silvio Santos), o vale dos desviados, a ala dos gays e outras mais, tipo desfile de escolas de samba. Aliviado (sem trocadilho), não localizei o vale dos blogueiros.

Não entendi direito o que o apresentador Athayde Patrese estava fazendo no vale dos levitas (até no inferno usam esse nome?), mas o reconheci pelo microfone de ouro. O testemunho completo pode ser visto no blog dela.

PS: Mantive a grafia original das palavras porque os arrebatamentos da ermã infelizmente não contemplaram a cura do português infernal de ruim.

TESTEMUNHO

Eu fui levada a Deus depois de:

·         19 anos de Homossexualismo
·         11 anos de drogas e um período contadora do trafico
·         1 overdose
·         1 ves ressuscitada

Levada pelo Senhor ao inferno 3 vezes, depois de alguns anos Deus completou a visao e me levou mas 12 veses ao inferno, e depois 7 veses ao céu.

Também fazia satanismo via internet, dentro de muitas salas de bate papos, levando um maior numero de pessoas a imoralidade sexual do mais alto nivel.

Hoje moro em Brasilia no Distrito Federal, de onde estou alcançando varios estados e as nações da Terra com esse testemunho.

VALE DOS LEVITAS ATUANTES

Vi alguns pregados em violões no inferno e eles gritavam, essas Cruzes tinham formato de instrumentos.

Vi alguns serem amarrados por cordas de violões, cordas de fogo, os bichos faziam formato de microfone, e os demônios escarneciam deles de seus cantos.

Vi outros como Rei em tronos dentro de buracos, vi um buraco com uma cadeira de rei, nessa estava escrito, e o Senhor me mostrou um homem.

Esse homem estava com um microfone de ouro, vestido de preto, e com um rei na barriga.
Depois o Senhor fez uma seqüência de defeitos dele;

·         Insubmisso
·         Rebelde
·         Orgulhoso
·         Prepotente

Vi um monte de buraco, e muita gente sendo torturada pelos demônios por conta de seus pecados, os demônios escarneciam com seus cânticos e os espancavam mutilando-os.

O Senhor também não me deixou ouvir os seus lamentos.
Só vi muito fogo, e gritos, mais eles se debatiam por todos os lados por causa do fogo, que os consumia.

VALE DOS HOMOSSEXUAIS


Vi no Pavablog.

segunda-feira, 14 de maio de 2012

Tipos de crentes

Muito boa esta!


Vi no Facebook.

Festa de Neymar tem 10 mulheres por homem, brigas entre convidadas e reservas barrados


Após o apito final Neymar colocou uma faixa na cabeça escrita “100% Jesus” e terminou a festa apenas de sunga (foto: Reuters)

Segundo pessoas presentes na festa, a proporção da balada do Santos era de 10 mulheres para cada homem

Samir Carvalho, no UOL Esporte

A comemoração do tricampeonato paulista do Santos começou para valer no inicio da madrugada em festa organizada pelo atacante Neymar. A folia aconteceu em uma boate com lista fechada no centro da cidade de Santos. Segundo relato das convidadas, que costumavam sair para fumar, a festa tinha “dez garotas para cada homem”, a maioria trajando microssaias.

O evento do craque santista, que costuma ser requisitado e repleto de celebridades, teve “open bar” e não faltou baixaria na madrugada desta segunda-feira. Algumas convidadas chegaram a brigar na festa e foram retiradas descalças pelos seguranças após trocarem pontapés e caírem no chão da boate.

“Eu fui retirada e minha sandália ficou lá dentro. Brigamos (ela e amiga) com outras meninas, mas só nós fomos colocadas para fora da festa, isso é injusto. Vou esperá-la aqui do lado de fora”, ameaçou uma das convidadas, que foi acalmada pelos organizadores do evento.

Além de outras garotas serem expulsas da festa por motivos não revelados, as brigas não se limitavam apenas entre as mulheres. Era comum ver os seguranças contendo homens que deixavam o local brigando e discutindo.

Outro fato curioso aconteceu com os reservas do Santos – o zagueiro Rafael Caldeira e o volante Anderson Carvalho. Os dois não tinham os nomes na lista e foram barrados pelos organizadores do evento. Após uma breve discussão na portaria, os jovens atletas puderam entrar na festa.

O tradicional “manual para Neymarzetes” não faltou. A organização do evento alertava os convidados a não solicitarem autógrafos e nem tirarem fotos. Recomendações eram feitas, inclusive, através do sistema de som da casa noturna. É bastante comum algumas garotas serem vetadas para eventos futuros por criarem constrangimentos.

Em seu Porsche branco, Neymar foi um dos primeiros a chegar à festa, que só acabou por volta das 5h30 (de Brasília). A música da festa ficou por conta do grupo de pagode Revelação, convidado pelo camisa 11 do Santos. Um grupo de forró universitário e músicas de funk completavam a ‘trilha sonora’ do evento.

Antes de iniciar sua festa, o craque esteve em uma famosa churrascaria da cidade para comemorar o título paulista com os funcionários do Santos, já que o jantar foi organizado pelo clube.

As duas amigas brigaram dentro da balada e acabaram expulsas da festa organizada por Neymar para comemorar o título Paulista

Vi no Pavablog
______________________________________________

Muitas mulheres com mini-sais, bebidas, boate, brigas entre convidados, balada madrugada à dentro... Esse irmão Neymar... Sempre aprontando das suas. "100% Jesus"?

Nova lei inclui Dia do Buda no calendário oficial



Esta semana a Presidente Dilma Rousseff sancionou a Lei nº 12.623 que marca o segundo domingo do mês de maio como o Dia do Buda, em comemoração ao aniversário de Buda Shakyamuni, que é a figura chave do budismo.

A lei foi proposta pelo deputado budista William Woo (PPS-SP) que conseguiu colocar essa mesma data no calendário oficial do Estado de São Paulo quando ele cumpriu o mandato como deputado estadual.

Com esse decreto assinado por Dilma a data passa a fazer parte do calendário oficial do Brasil sendo comemorado junto com o Dia das Mães. O decreto também permite que o Poder Executivo ceda espaço público para eventos relacionados a essa comemoração prestando todo apoio necessário.

Vale dizer que no Japão o Dia de Aniversário do Buda é comemorado no dia 8 de abril.

Fonte: Gospel Prime, com informações Paulopes
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...