segunda-feira, 15 de agosto de 2011

Ouro de tolo

Nos anos 70, o polêmico roqueiro brasileiro Raul Seixas emplacou um de seus grandes sucessos, com a música "Ouro de tolo". Nesta canção, Raul faz uma crítica (talvez até a ele mesmo) sobre as pessoas que alcançam um relativo sucesso na vida, mas, no entanto, tal sucesso parece não fazer nenhuma diferença realmente positiva na vida daqueles que o alcançam. 

"Ouro de tolo" se refere a um engano e a canção é um grito de inconformismo, um alerta quanto os perigos de um consumismo exacerbado e uma acumulação de capitais. Ele pode até parecer algo realmente valioso, mas se torna algo escravizador e alucinógeno.

É exatamente isso que vem acontecendo em uma comunidade de Canoas, no interior do Rio Grande do Sul. Um ouro de tolo tem sido oferecido a pessoas em forma de pó (?), ludibriando a fé de adultos e, pasmem, principalmente de crianças. Durante um culto, algumas crianças foram “batizadas com pó de ouro”. Os casos foram comemorados pelos pastores e pais das crianças que estavam aprendendo a entregar ofertas e dízimos.  O primeiro garoto que recebeu o ouro estava entregando seu par de tênis como oferta. O pastor mostra o garoto chorando ao entregar o único calçado que possuía. 


Outro garoto também foi marcado com pó de ouro em sua cabeça, ele tinha comentando com a mãe que queria levar seu dízimo à igreja. “A mensagem de hoje foi de que aqueles que acreditam iriam sair com as mãos cheias de ouro”, disse o pastor. 

Em um segundo vídeo a mãe do garoto diz que chegou a lavar a cabeça de seu filho para tirar o pó, mas quando ela voltou para a igreja o pó de ouro apareceu novamente. Ainda há um terceiro vídeo onde a criança e seus pais são entrevistados e contam o que o garoto sentiu quando resolveu entregar seu calçado como oferta. Assista:



É impressionante o que os "profetas da prosperidade" não fazem para extorquir os fiéis. Agora eles derramam essa purpurina na cabeça das crianças e tem a cara de pau de falar que se trata de ouro e, sem nenhum temor, afirmam ser uma obra de Deus e ainda distorcem a Palavra de Deus, aplicando-a ao seus propósitos mercantilistas.

O que será que tais líderes pensam sobre o seguinte texto bíblico:

"Rogo, pois, aos presbíteros que há entre vós, eu, presbítero como eles, e testemunha dos sofrimentos de Cristo, e ainda co-participante da glória que há de ser revelada: Pastoreai o rebanho de Deus que há entre vós, não por constrangimento, mas espontaneamente, como Deus quer; nem por sórdida ganância, mas de boa vontade; nem como dominadores dos que vos foram confiados, antes, tornando-vos modelos do rebanho". 1Pe 5.1-3


Deixe o seu comentário. Ele é importante para o desenvolvimento do blog. Obrigado!

Um comentário:

  1. Fazendo lavagem cerebral até com crianças, que covardia!

    ResponderExcluir

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...